Faixa publicitária

PostHeaderIcon Desemprego

 

Desemprego no distrito de Aveiro - Novembro 2022

(Documento em formato PDF, 350 Kbytes) actualizada em 30-12-2022

Desemprego no distrito de Aveiro - Outubro 2022

Desemprego no distrito de Aveiro - Setembro 2022
Desemprego no distrito de Aveiro - Agosto 2022

Desemprego no distrito de Aveiro  - Julho 2022

Desemprego no distrito de Aveiro - Junho 2022
Desemprego no distrito de Aveiro - Maio 2022
Desemprego no distrito de Aveiro - Abril 2022
Desemprego no distrito de Aveiro - Março 2022
Desemprego no distrito de Aveiro - Fevereiro 2022
Desemprego no distrito de Aveiro - Janeiro 2022

 

 

Mapa resumo do desemprego registado em 2021 no distrito de Aveiro.

Documento em formato PDF, 548 Kbytes.

 


Actualizado em (Sexta, 30 Dezembro 2022 16:55)

Continuar...

 

PostHeaderIcon Feliz Natal e Própero Ano Novo

 

 

PostHeaderIcon Greve da Huber por Aumento de Salário e Contratação Colectiva

Camaradas,

As trabalhadoras da empresa de vestuário Huber Tricot, sita em S. Maria da Feira, realizaram hoje luta com um dia de greve por aumentos de salário dignos que respondam à necessidade de reposição do aumento do custo de vida e justa distribuição da riqueza produzida, luta, em defesa das suas justas reivindicações apresentadas em caderno reivindicativo e em defesa da contratação colectiva sectorial.

Após resposta da empresa às suas reivindicações de aumento de salário e subsídio de refeição, que ficam aquém do justo e necessário, decidiram avançar com um dia de greve, para o dia de hoje.Dos 219 trabalhadores que compõem os quadros da empresa, cerca de 30 são administrativos, chefes e mecânicos, tendo na produção (costureiras) cerca de 189 trabalhadoras, das quais 129 aderiram à greve e  34 trabalhadoras se encontram com ausência por baixa médica, do qual resulta uma adesão na ordem dos 83% das trabalhadoras ao serviço efectivo da empresa no dia de hoje.


Na sequência desta luta e das suas reivindicações as trabalhadoras, decidiram dar até ao próximo dia 23 de Dezembro prazo para que a empresa avance de forma justa nas resposta às suas reivindicações. Caso a empresa não se pronuncie de forma a satisfazer as suas reivindicações, dia 23 de Dezembro estarão em luta novamente com greve entre as 13:30 e as 17h.

A luta é o caminho!

A luta continua !

A Direcção

Isabel Tavares
 

PostHeaderIcon O Natal dos Trabalhadores

 

PostHeaderIcon Saudação aos Trabalhadores

 

PostHeaderIcon Aumento de Salário - Emergência Nacional!

No culminar do mês de Mobilização e Luta sob o lema “Aumento dos salários e pensões – emergência nacional! Contra o aumento do custo de vida e o ataque aos direitos.” que se realizou de 15 de Setembro a 15 de Outubro, no passado sábado realizou-se uma Manifestação Nacional convergente em Lisboa e no Porto dando expressão à luta dos trabalhadores em torno da necessidade urgente de resposta aos seus problemas, nomeadamente, o urgente aumento dos salários.

Os sindicatos de classe da CGTP-IN do distrito de Aveiro, bem como a Direcção Distrital da Inter-Reformados e da Interjovem/Aveiro, estiveram presentes na Manifestação Nacional no Porto, que partiu do Campo 24 de Agosto em direcção à Av. dos Aliados.

 








 

PostHeaderIcon Aumento de Salário - Emergência Nacional!

 

 

PostHeaderIcon Trabalhadores das empresas de distribuição em greve

30 de Setembro 2022

Trabalhadores das empresas de distribuição em greve pelo:

- Aumento dos salários de todos os trabalhadores;

- Contra o banco de horas. Pelo direito a conciliar a vida familiar e pessoal com a vida profissional!

Os trabalhadores das empresas de distribuição continuam sem ter a revisão do seu Contrato Colectivo de Trabalho (CCT) porque a associação patronal insiste na chantagem de apenas negociar se a FEPCES/CESP aceitar introduzir no CCT o banco de horas.

O CESP e os trabalhadores lutam pelo direito a ter tempo para a vida pessoal e familiar e não aceitam normas que impõem aos trabalhadores aumento da carga horária e a total destabilização dos tempos de trabalho e de vida.

Os salários dos trabalhadores do sector são muito baixos, não existe valorização das carreiras profissionais, em contrapartida o lucro das principais empresas do sector tem subido significativamente, com lucros de milhões (p. ex.: os lucros do 1º semestre da Sonae – 144M€, e da Jerónimo Martins - dona do Pingo Doce – 288M€)

Os ritmos de trabalho são intensos, cada vez existem menos trabalhadores nas lojas e armazéns, ocorrem fortes ataques à organização dos tempos de trabalho, com sucessivas alterações aos mapas de horários sem conhecimento ou autorização dos trabalhadores implicados.

O que é pretendido pelos patrões é ter os trabalhadores em total sobressalto e sempre disponíveis para trabalhar, sabendo a que horas entram e nunca sabendo a que horas saem. Os patrões pretendem uma revisão da tabela salarial com salários miseráveis, muito abaixo do necessário para repor o poder de compra perdido pelos trabalhadores do sector e uma total desvalorização das carreiras profissionais, agravando a desregulação dos horários com imposição a todos os trabalhadores de um Banco de Horas. Assim, pretendem os patrões reduzir o valor do trabalho de todos os trabalhadores do sector, reduzir os rendimentos, agravar a exploração e com isto, aumentar os seus lucros.

O CESP e os trabalhadores exigem o aumento dos salários, horários de trabalho que permitam a conciliação da vida pessoal e familiar com a vida profissional e sem banco de horas e o fim da precariedade no sector. Exigem melhores condições de trabalho e de vida!

Amanhã é dia de luta! É dia de greve dos trabalhadores das empresas de distribuição!

Os trabalhadores em greve vão concentrar-se em piquetes de greve e concentrações por todo o país:

Braga:

8h - Piquete de greve na loja do Lidl em Lamaçães

Contacto: Ana Paula Rodrigues – 967 877 099

Porto:

9h - Piquete de greve na loja Jysk em Matosinhos.

Contacto: Marisa Ribeiro – 917 542 897

Aveiro:

10h - Concentração dos trabalhadores das empresas de distribuição no largo da estação de comboios.

Contacto: Cláudia Pereira – 925 605 745

Leiria:

9h - Piquete de greve na loja Pingo Doce em Porto de Mós

Contacto: Ivo Santos 967 822 213

Santarém:

8h30 - Piquete de greve na loja E-Leclerc no Entroncamento

Contacto: Ivo Santos 967 822 213

Lisboa:

7h - Piquete de greve na logística da Sonae na Azambuja (trabalhadores da Sonae, Worten e DHL) com a presença da Secretária-geral da CGTP-IN, Isabel Camarinha.

8h - Piquete de greve na loja Pingo Doce de São João do Estoril.

9h30 - Piquete de greve na loja Auchan Amadora (UBBO).

11h - Piquete de greve na loja Minipreço da Graça (Conferência de imprensa C/ Presidente da DN CESP – Filipa Costa).

Contacto: Orlando Gonçalves – 967 985 555

Setúbal:

10h - Concentração dos trabalhadores das empresas distribuição no Almada Fórum.

Contacto: Fernando Pais 912 428 617

Algarve:

6h - Piquete de greve na loja Lidl de Portimão

6h - Piquete de greve na loja Auchan em Faro

Contacto: Maria José 967 877 085