Faixa publicitária

PostHeaderIcon Solidariedade com Dirigente Sindical e trabalhador do Novo Banco

Solidariedade com Dirigente Sindical e trabalhador do Novo Banco

O Dirigente Sindical e trabalhador do Novo Banco está a ser vitima de perseguição patronal, por ter exigido e acompanhado o cumprimento dos direitos e a integração dos seus colegas de trabalho.

 

Trata-se de uma decisão inqualificável da Administração do Novo Banco e claramente violadora dos Direitos, Liberdades e Garantias dos Trabalhadores, constantes na Constituição da República, e da Transmissão de Estabelecimento e é um castigo ao Trabalhador que exerceu os direitos constitucionais de defesa dos trabalhadores e dos postos de trabalho.

 

A Direcção Distrital da União dos Sindicatos de Aveiro/CGTP-IN, repudia o despedimento do Dirigente e trabalhador do Novo Banco e manifesta a sua solidariedade ao Trabalhador e Dirigente Sindical e a todos os que têm sido reprimidos pela acção do patronato, que convive muito mal, como se está a verificar neste caso, com quem exerce os direitos legais e constitucionais.

A Direcção saúda o Trabalhador e Dirigente Sindical, pela sua coragem e resistência à discriminação e ao despedimento persecutório de que está a ser vitima.

Por fim, manifestamos a nossa disponibilidade para participar nas acções e lutas necessárias para por cobro a este atentado ao direito ao trabalho.

Aveiro, 24 de Fevereiro de 2021

 

Pela Direcção Distrital da

União dos Sindicatos de Aveiro

Adelino Nunes